Jornal a Voz do paraná
HomeNoticiasArtista cascavelense retrata sua luta contra o câncer de mama

Artista cascavelense retrata sua luta contra o câncer de mama

Artista cascavelense retrata sua luta contra o câncer de mama

Desde o dia 13 de março e até o dia 26 de abril desse ano acontece a 1° Exposição Panorama das Artes de Cascavel, são mais de 80 artistas de Artes Visuais e Plásticas da cidade que prepararam aproximadamente 130 obras. A Exposição acontece em dois espaços: o MAC – Museu de Artes de Cascavel e na Sala Verde da Biblioteca.

Funcionamento:
• MAC – Museu de Arte de Cascavel – Das 8h às 17h30;

  • Sala Verde – Das 8h às 19 horas.

No entanto uma artista Cascavelense nos chama a atenção, pois antes a conhecíamos como a conceituada bailarina Jenifer Lima, que fez e faz história na nossa cidade, levando o nome de Cascavel Nacional e Internacionalmente. E também acompanhamos sua trajetória na luta contra o câncer de mama desde 2012.

Jenifer teve que ser submetida à mastectomia radical na mama direita e parcial na esquerda, o câncer já tinha se alastrado pelos 4 quadrantes, e a retirada dos linfonodos trouxe a doença conhecida como “LINFEDEMA” (inchaço desconfortável e limitação  da mobilidade do braço direito, além de dores constantes). Bem mas o que o câncer tem há ver com a exposição? Realmente isso nos chamou a atenção, pois a bailarina Cascavelense fez o seu autorretrato expondo a cicatriz deixada pela mastectomia, e sobre isso ela diz… “A obra “SEM UM PEDAÇO” mostra minha cicatriz. Essa cicatriz não representa a dor, o medo, e o quanto horrível é conviver com o câncer de mama. Essa cicatriz retrata a minha vitória, a minha luta, a minha 2ª chance de VIVER”, destacou Jenifer;

   Em 1997 Jenifer sofreu um acidente automobilístico que já havia limitado seus movimentos, e seu braço direito era o único que tinha sobrado, no entanto em 2012 o câncer o afeta, e muito, convivo com o LINFEDEMA. E o seu braço ruim (o esquerdo), agora é o braço bom, mesmo tendo platina e parafusos. “Luto contra a doença (linfedema) e o câncer todos os dias, e estou muito feliz pela oportunidade de VIVER mais um dia. E “mesmo sem um pedaço”, continuo vivendo. O câncer me deu a minha maior lição de vida: ME ENSINOU A SER GRATA. “

Assim constatamos que essa exposição tem muitas obras significativas e importantes, que não deixam nada a desejar em relação aos grandes centros como São Paulo e Rio de Janeiro. Cascavel realmente tem muitos talentos. E ainda podemos ver mais trabalhos da bailarina em junho numa exposição intitulada “ SEM UM PEDAÇO” no Teatro Municipal de Cascavel. “Muitas mulheres mutiladas… mas que vivem e querem viver”, completou Jenifer.

Rate This Article
Author

caio@iconeinternet.com.br

feito com