Jornal a Voz do paraná
HomeHomeCidade homeCascavel 66 anos: uma cidade em constante transformação

Cascavel 66 anos: uma cidade em constante transformação

Cascavel 66 anos: uma cidade em constante transformação

O município de Cascavel está em festa. Para celebrar os 66 anos de emancipação político-administrativa, a Prefeitura de Cascavel preparou uma programação especial, que inclui almoço dos pioneiros, missa em Ação de Graças, corte do bolo de aniversário, além de autorização de obras, repasse de investimentos e reformas.
Cascavel é uma cidade jovem e promissora. Com seus mais de 300 mil habitantes, consolidou a posição de polo econômico regional e epicentro do Mercosul.
A cidade destaca-se como polo universitário, com mais de 25 mil estudantes de ensino superior em diversas instituições de ensino. É também referência na medicina e na prestação de serviços. Seu comércio e grande infraestrutura industrial e de serviços demonstram toda a grandiosidade tecnológica da cidade.
As forças que tornaram Cascavel um polo regional também estão ligadas ao agronegócio, desde a presença de culturas agroindustriais, passando pela comercialização, até o desenvolvimento da oferta de serviços cada vez mais especializados. Somente no setor de avicultura, um dos mais expressivos da região, mais de 2 milhões de aves são abatidas diariamente.
Cascavel é o maior produtor de soja, de aves para recria e ovos férteis, de peixes ornamentais e de gérberas do Paraná. O agronegócio local cresce a taxas acima da média, colocando o município entre os três que possuem o maior Valor Básico de Produção estadual. Cascavel é polo do agronegócio estadual e sede do Show Rural Coopavel, o maior evento tecnológico do agronegócio nacional. Outro evento de grande porte é a Expovel. O evento organizado pela Sociedade Rural do Oeste do Paraná, mostra a força da agropecuária de corte e de leite e representa todo o potencial do campo, com tecnologias, expositores e atrações. Realizada entre os dias 10 a 15 de novembro, faz parte das festividades do aniversário da cidade, comemorado no dia 14 de novembro.
Desde os anos de 1970, a cidade é palco de grandes eventos do automobilismo e do motociclismo nacional e internacional. O Autódromo Zilmar Beux de Cascavel é considerado um dos mais estruturados do país, oferecendo segurança aos pilotos, excelentes condições às equipes e muito espaço e conforto ao público que lota as arquibancadas para assistir grandes disputas.
localização estratégica
Com localização estratégica para investidores, Cascavel é porta de entrada para os países vizinhos que compõem o Mercosul e com fácil acesso aos grandes centros consumidores do Brasil, pois possui um dos mais importantes entroncamentos rodoviários do país. Cascavel é servida pelas rodovias federais BR-277, BR-369 e BR-467 e pela rodovia estadual PRT-163, além de modal ferroviário com ligação ao Porto de Paranaguá. “São 66 anos de história e conquistas desta cidade que é referência para o Estado do Paraná, além de ser um polo regional de saúde, educação, compras, entre outros. Me sinto privilegiado em administrar um município igual Cascavel, de pessoas ordeiras e trabalhadoras”, enfatizou o gestor público em entrevista ao jornal A Voz do Paraná, destacando que “Cascavel merece que lutemos por ela, pela saúde, educação, segurança, transportes, pela infraestrutura, pela assistência social, pelo emprego e geração de renda. Mais cidadania, habitação, proteção ao meio ambiente, apoio as iniciativas comunitárias, às crianças, aos jovens, adultos e à melhor idade”.

GERAÇÃO DE EMPREGOS

Por meio de uma gestão de resultados, a administração Paranhos vem investindo na geração de empregos e renda para a população. No primeiro semestre de 2017, Cascavel liderou a geração de empregos no Paraná com a criação de 4.650 novas vagas de trabalho. “Em pouco tempo de gestão, conseguimos equilibrar as contas do município, resgatar a credibilidade do servidor e melhorar diversas áreas, com investimentos que garantem a melhoria da qualidade de vida do cidadão cascavelense. A geração de empregos e renda, um dos compromissos assumidos com a população do município, ganhou destaque e notoriedade estadual. Vale destacar que por meio de uma gestão eficaz e transparente estamos colocando Cascavel no caminho do progresso e do desenvolvimento, almejando consolidar o município como uma das melhores cidades para se viver, trabalhar, investir e criar os filhos”, disse o prefeito Paranhos.

HISTÓRIA

Os índios caingangues habitavam esta região, que teve a ocupação iniciada pelos espanhóis em 1557, quando fundaram a Ciudad del Guairá, atual Guaíra. Uma nova ocupação teve início a partir de 1730, com o tropeirismo, mas o povoamento da área do atual município começou efetivamente no final da década de 1910, por colonos caboclos e descendentes de imigrantes eslavos, no auge do ciclo da erva-mate.
A vila começou a tomar formas em 28 de março de 1928, quando José Silvério de Oliveira, o Nhô Jeca, arrendou as terras do colono Antônio José Elias nas quais se encontrava a Encruzilhada dos Gomes, localizada no entroncamento de várias trilhas abertas por ervateiros, tropeiros e militares, onde montou seu armazém. Seu espírito empreendedor foi fundamental para a chegada de novas pessoas, que traziam ideias e investimentos.
Na década de 1930, com o ciclo da erva-mate já extinto, iniciou-se o ciclo da madeira, que atraiu grande número de famílias de Santa Catarina e Rio Grande do Sul e, em especial, colonos poloneses, alemães e italianos, que juntos formaram a base populacional da cidade.
Em 1934, foi criado o distrito policial de Cascavel. Posteriormente, instalou-se o distrito judiciário e o distrito administrativo, todos integrantes do município de Foz do Iguaçu. Na medida em que as áreas de mata nativa eram esgotadas, a extração madeireira cedia lugar ao setor agropecuário, base econômica do município até os dias atuais.
A vila foi oficializada pela prefeitura de Foz do Iguaçu em 1936, já com a denominação de Cascavel. Entretanto, o prelado daquela cidade, monsenhor Guilherme Maria Thiletzek, rebatizou-a como Aparecida dos Portos, nome que não vingou entre a população.
Em 20 de outubro de 1938, já com a denominação definitiva de Cascavel, a localidade foi alçada à condição de sede de distrito administrativo, nos termos da Lei n.º 7.573. A emancipação político-administrativa finalmente ocorreu em 14 de dezembro de 1952, juntamente com a cidade vizinha Toledo, mas por muito tempo a comemoração se deu no dia 14 de novembro de cada ano, devido a uma confusão entre a proposta do governador do estado da época, e a efetiva assinatura da lei.
Em 20 de dezembro de 2010, foi sancionada a Lei nº 5689/2010 que define a data de 14 de novembro de cada ano, como data oficial do aniversário da Cidade de Cascavel, comemorando a data de sua criação e não de sua emancipação. Encerrado o ciclo da madeira, no final da década de 1970, Cascavel iniciou a fase de industrialização da cidade, concomitantemente com o aumento da atividade agropecuária, notadamente soja e milho.
Hoje, Cascavel é conhecida como a Capital do Oeste Paranaense, por ser o polo econômico da região e um dos maiores municípios do Paraná.
Leia, a seguir, a íntegra da entrevista:

Jornal A Voz do Paraná: Ao completar 66 anos de história, Cascavel tem o que comemorar?
Leonaldo Paranhos: Eu penso que temos sim. Reconhecer que somos uma boa cidade, uma cidade agradável, que estamos entre as 40 melhores cidades do país para investimentos, estamos também na 4ª posição dentro do Estado, a primeira na geração de empregos, temos uma agricultura e uma terra muito fértil. Precisamos que reconhecer que nossa cidade é capaz. Para falar de metrópole é preciso ter responsabilidade, ela vai acontecer por si só. No que depender dos nossos atos será uma metrópole muito agradável e reconhecida, porém, pode ser uma metrópole com muitos problemas, desorganizada, com muita violência, com falta de políticas públicas. O gestor não pode ter a irresponsabilidade de administrar só para quatro anos. Cascavel é uma adolescente e tem que ser formada com muito zelo, com cuidado, com desprendimento para que realmente ela possa crescer de maneira agradável e forte.

Jornal A Voz do Paraná: Você está encerrando o seu primeiro ano de mandato frente ao governo municipal. Como é a sua avaliação desses meses de governo?
Paranhos: Existe por parte da população uma torcida muito grande, uma expectativa imensa e uma disposição de ajudar. Nós fizemos pouco para ter o reconhecimento que estamos tendo. Esse reconhecimento vem ao encontro de uma necessidade de todos nós. O que talvez eu tenha feito diferente é me dispor a ouvir as pessoas, a assumir, inclusive, os erros e as fraquezas, mas juntos buscarmos a solução. Eu estou sempre à disposição da população para ouvi-la, para que ela possa me dizer o que está dando certo e relatar também o que está dando errado, para que, assim, eu possa assegurar que resolveremos esses problemas. Não existe dúvidas da minha vontade e da minha disposição e eu acho que é isso que traz um resultado positivo.

Jornal A Voz do Paraná: Cascavel também está apresentando hoje grandes resultados para o Paraná, para autoridades e para os municípios em termos de geração de empregos, em termos de crescimento, com a economia muito grande. Esse é o caminho?
Paranhos: É o caminho. O que eu tenho falado é que nós precisamos estar à disposição dos seguimentos. Liberamos mais de R$ 2,2 mil alvarás e isso ajudou na geração de empregos e renda da população. Nós ao invés de demorar cinco ou seis meses, estamos liberando com mais rapidez. Nos mês de aniversário do município, estamos lançando o Alvará Digital, já lançamos o Aprova Digital, que é para quando se vai construir uma fazenda. Antes de resolver qualquer outro problema, o alvará estará lá. Nós que vamos correr atrás dos empresários e solicitar mudanças. Isso, exatamente, dá o dinamismo necessário ao município.

Jornal A Voz do Paraná: Uma mensagem para a população neste aniversário de Cascavel…
Paranhos: São 66 anos de história e conquistas desta cidade que é referência para o Estado do Paraná, além de ser um polo regional de saúde, educação, compras, entre outros. Me sinto privilegiado em administrar um município igual Cascavel, de pessoas ordeiras e trabalhadoras. Sempre é bom comemorar a cidade. E a nossa é muito boa! É preciso comemorar as conquistas, muito mais está por vir. Parabéns a todos os cascavelenses que todos os dias cumprem sua missão de transformar o município em um lugar melhor para se viver, contribuindo, assim, com o desenvolvimento da cidade, buscando sempre novos projetos e aceitando o desafio de fazer mais e melhor sempre, não desistindo e não perdendo de vista esperança de um futuro melhor. Nossa equipe de trabalho vem trabalhando com transparência, honestidade e muita vontade, superando dificuldades, transpondo barreiras, para promover qualidade de vida aos cidadãos de Cascavel. Não existem fronteiras ou limites para alcançarmos nossos objetivos, por isso, contem sempre comigo para o progresso de Cascavel.

Rate This Article
Author

caio@iconeinternet.com.br

feito com