Jornal a Voz do paraná
HomeHomeCidade homeCorbélia amplia atendimento de Unidade Básica de Saúde

Corbélia amplia atendimento de Unidade Básica de Saúde

Corbélia amplia atendimento de Unidade Básica de Saúde

Poder consultar em um período fora do horário de trabalho, é um desejo de boa parte dos pacientes, principalmente se ele vier através do SUS, e na UBS próxima da residência. Essa é uma realidade já vivida pelos moradores do Distrito de Ouro Verde do Piquiri, a 20 quilômetros de Corbélia.
Desde o final de abril, a UBS José Osvaldo Lino passou a atender em horário estendido nas segundas e sextas-feiras. Além do atendimento normal que acontece das 7 às 18 horas, o paciente também pode agendar atendimentos no período da noite, das 18 às 22 horas. As consultas podem ser pré-agendadas com médico clínico geral, enfermeiras, técnicas, assistentes sociais ou ainda atendimento odontológico.
De acordo com a Secretária de Saúde Cleide Terezinha dos Santos Messias, esse atendimento em horário estendido foi pensado justamente para receber a grande demanda de trabalhadores rurais e principalmente os pacientes que trabalham em outro município. “Nosso objetivo principal com esta agenda em horários diferenciado primeiro é atender quem trabalha fora e não tem tempo de vir a UBS no horário comercial permitindo aos homens e mulheres que moram na comunidade o cuidado com a saúde”.
Desde que o atendimento começou os moradores já aderiram ao horário diferenciado e desde então, a unidade recebe uma média de 30 pacientes nos dias de consultas noturnas.
De acordo com a subprefeita de Ouro Verde, Marily Bloemer, quando o projeto foi cogitado, ele foi pensado na comunidade que tem em sua maioria, moradores que prestam serviço a cooperativas da região e só chegam ao distrito no fim do dia. A resposta da comunidade foi positiva, o que incentiva a extensão do projeto. “Por exemplo, alguém passa mal na segunda-feira à noite, o carro não leva para Corbélia, leva para a unidade, vai fazer o primeiro atendimento com o médico, e se tiver necessidade de internamento, vai para o PAM. Mas na segunda e na sexta não precisa. Para a nossa comunidade é muito bom para o pessoal que trabalha. Ninguém fica sem ficar atendido, até quem não trabalha. Todo dia completa a demanda e a expectativa é de cada dia melhor”.
O agendamento pode ser feito tanto pessoalmente quanto por telefone, com um limite de seis agendamentos por dia. Mas apesar das consultas marcadas, os atendimentos de urgência são acolhidos com atenção e responsabilidade pela equipe de saúde, somando uma média diária de 15 atendimentos, incluindo encaixes e casos prioritários.

Rate This Article

avozdoparana@jornalavozdoparana.com.br

feito com