Jornal a Voz do paraná
HomeNoticiasPolíticaEstado projeta investimentos de R$ 8,4 bilhões em 2018

Estado projeta investimentos de R$ 8,4 bilhões em 2018

Estado projeta investimentos de R$ 8,4 bilhões em 2018

O Governo do Paraná projeta investir R$ 8,4 bilhões em 2018, informou o governador Beto Richa na quinta-feira (9), ao participar do evento da Associação dos Dirigentes de Vendas do Brasil/Paraná (ADVB-PR), em Curitiba. O valor é 8% maior do que o previsto no orçamento de 2017. “Já posso assegurar que o Estado vai continuar elevando consistentemente os aportes em infraestrutura, como já estamos fazendo na malha rodoviária estadual e no Porto de Paranaguá. Com as contas equilibradas o governo está mais capacitado para apoiar o setor produtivo e investir em transporte e logística”, disse Richa.
Em 2017, o investimento total, somadas todas as áreas, chegará a R$ 7,8 bilhões. A projeção para 2018 inclui os aportes da Copel e da Sanepar. O projeto orçamentário para o ano que vem está em tramitação na Assembleia Legislativa.

PREMIAÇÃO

O tradicional evento de premiação da ADVB-PR reuniu quase 100 pessoas. O empresário Everton Muffato, da maior rede de supermercados do Paraná, foi homenageado como Personalidade de Vendas. Leandro Lorca, do grupo Madero, é Personalidade de Marketing. “Esses profissionais geram empregos e renda e são bons exemplos para outros investidores. Representam marcas genuinamente paranaenses”, destacou Richa.
No evento foi entregue também o Prêmio Zilda Arns de Responsabilidade Social ao Lar Doutor Leocádio José Correia. A premiação tem por objetivo reconhecer iniciativas que fazem bem à sociedade. O prêmio foi entregue por Heloisa Arns, filha de Zilda Arns, à diretora da instituição, Regina Perna.
O presidente da ADVB-PR, Eduardo Jaime Martins, disse que a boa parceria com o Governo do Estado, por meio da Fomento Paraná – instituição financeira de desenvolvimento do governo estadual – é fundamental para estimular novos investimentos. Ele ressaltou que a ADVB está muito otimista, referindo-se a um cenário de crescimento dos negócios no Paraná. “As palavras crise e recessão não existem mais. E essa informação de aumento em 8% nos investimentos do Estado resultará em empregos, renda e divisas para sair desse cenário pelo qual passa o Brasil”, destacou Martins.

ECONOMIA

O Paraná, afirmou o governador, saiu da crise antes do Brasil, conforme atestam vários índices econômicos divulgados por institutos nacionais. Ele também destacou que o governo estadual fez a sua parte com o ajuste fiscal adotado em 2014 e com o programa de incentivos Paraná Competitivo, que permitiu um histórico ciclo de industrialização desde 2011.“Os mais de R$ 40 bilhões aqui investidos nestes sete anos tornaram o Paraná a terceira maior economia de transformação do País, o segundo polo automotivo nacional e segunda indústria de alimentos”, salientou Richa.
Ele citou alguns indicadores do desempenho da economia paranaense: maior crescimento salarial dos últimos seis anos entre os estados do Sul e do Sudeste; crescimento de 2,4% entre janeiro e agosto deste ano (ante 0,31% do Brasil); criação de 28.623 empregos de janeiro a setembro (melhor resultado deste 2013). “Invertemos a tendência negativa dos últimos anos e retomamos um novo patamar de crescimento, com fundamentos mais consistentes”, destacou o governador. Richa lembrou ainda que o jornal Valor Econômico destacou o bom desempenho do Paraná, dando exemplo no processo de saída da recessão nacional.

PÚBLICOS

O governo estadual elevou seus investimentos em áreas essenciais. Além da infraestrutura, o governador ressaltou a educação e inovação tecnológica, saúde, habitação, segurança e proteção social. “Em um cenário em que vários estados continuam atrasando os salários do funcionalismo, nós vamos creditar o 13º dos servidores antecipadamente, no dia 8 de dezembro, injetando R$ 1,7 bilhão na economia estadual”, acrescentou Richa.
O governador citou também o reconhecimento internacional da Copel e da Sanepar pela qualidade dos serviços prestados, além dos investimentos recordes. Tudo isso, segundo Richa, é fruto da boa governança implantada nas empresas públicas do Estado.

CONFIANÇA

Richa também deixou uma mensagem de confiança aos associados da ADVB. “Não há razões para otimismo fútil, ainda temos que trabalhar duro para retomar o nível da atividade de quatro anos atrás. Mas, ainda que muito gradualmente, o País volta aos trilhos. No Paraná, com diálogo, trabalho e investimento público, estamos fazendo a nossa parte para infundir a confiança de que o investir precisa para fazer a escolha certa”.

PRESENÇAS

Também estiveram presentes no evento o vice-presidente da Fecomercio, Paulo Cesar Nauiak; o diretor da ADVB, Marcelo Romaniewicz; o presidente do Conselho Deliberativo da ADVB, Ronie Pires; o secretário de Estado da Comunicação Social e chefe de gabinete, Deonilson Roldo; o vice-presidente da ACP, Odone Fortes Martins; o presidente do grupo RIC de Comunicação; Leonardo Petrelli; e o presidente da Junta Comercial do Paraná, Ardisson Naim Akel.

Rate This Article
Author

caio@iconeinternet.com.br

feito com