Jornal a Voz do paraná
HomeNoticiasCidadesFerroeste bate recorde de faturamento em 2019

Ferroeste bate recorde de faturamento em 2019

Ferroeste bate recorde de faturamento em 2019

A Ferroeste (Estrada de Ferro Paraná Oeste S.A.) registrou o maior faturamento de sua história atingindo de janeiro até a terça-feira, 20 de agosto, a marca de R$ 20,556 milhões. O resultado é superior a todo o ano de 2018, que registrou R$ 20,523 milhões. No ano passado, no mesmo período, a Ferroeste havia faturado R$ 14,34 milhões – o balanço deste ano é 43% superior.

A empresa teve crescimento em todos os meses em relação a 2018, com destaque para janeiro, abril e maio. O balanço de maio registrou salto de R$ 1,4 milhão (ano passado) para R$ 3,14 milhões, maior diferença desse período. O resultado de abril, de R$ 3,4 milhões, foi o maior da história em um único mês da companhia.

Também houve crescimento de 38% em relação ao volume transportado pela linha férrea, que tem 250 quilômetros de extensão, entre Cascavel e Guarapuava, fundamental para o escoamento da produção do Oeste do Paraná. Foram 725 mil toneladas até esta terça-feira (20), contra 526 mil do mesmo período do ano passado. O resultado mais próximo foi alcançado em 2016, com 613 mil toneladas. Em setembro a Ferroeste espera bater o volume do que foi transportado em todo o ano passado.

Segundo o governador Carlos Massa Ratinho Junior, os números indicam que a Ferroeste registrará lucro pela primeira vez em sua história. “Ela é muito importante para o Estado, para o desenvolvimento, em especial para o agronegócio”, disse. “A Ferroeste nunca deu lucro, nesse ano vai ter. Isso mostra a eficiência da nossa equipe, o grau de compromisso que temos com eficiência na gestão. Em sete meses e meio completamos o faturamento do ano passado inteiro”.

GESTÃO ESTRATÉGICA

Para o diretor-presidente da Ferroeste, André Luiz Gonçalves, o desempenho da empresa é resultado da gestão estratégica na operação logística. “Trabalhamos basicamente em melhorar a gestão da companhia, gerando eficiência, reduzindo custos, valorizando o nosso pessoal. Tivemos um contato mais direto com a operação e negociamos melhor com nossos clientes”, afirmou. “Gestão e parcerias são as duas palavras estratégicas dessa nova fase da Ferroeste, que não seria possível sem o apoio dos diretores Gerson Almeida (Operacional) e Fábio Vieira (Financeiro), além do Secretário de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex”.

Gonçalves reforça que a empresa não realizou nenhum investimento substancial para alcançar esse resultado. A Ferroeste, ele enfatiza, é fundamental para que o volume de produção do agronegócio alcance o Porto de Paranaguá, o que também favorece seu crescimento. “Consideramos o número importante para mostrar que a empresa desenvolve um papel estratégico no Estado, mas que ainda faz muito pouco em função da demanda do mercado de transporte logístico. Essa realidade ainda será alterada”, completou. A empresa deve alcançar em dezembro um faturamento na casa de R$ 30 milhões.

Rate This Article

avozdoparana@jornalavozdoparana.com.br

feito com