Jornal a Voz do paraná
HomeNoticiasDestaqueItaipu inicia as obras para construção de nova ponte

Itaipu inicia as obras para construção de nova ponte

Itaipu inicia as obras para construção de nova ponte

O diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna, acompanhou, na manhã de quarta-feira (7), com os diretores do consórcio responsável pela construção da Ponte da Integração Brasil-Paraguai, o início da montagem do canteiro de obras onde será erguida a estrutura entre os dois países, ligando as cidades de Foz do Iguaçu e Presidente Franco, sobre o Rio Paraná. O local fica nas imediações do Marco das Três Fronteiras, um dos atrativos turísticos de Foz. A obra deverá riqueza e um novo status para a região do bairro Porto Meira, na margem brasileira.
O vaivém de tratores, retroescavadeiras e a movimentação de operários, jornalistas deram a largada na construção efetiva da segunda ponte na região. “Estamos vivendo um momento histórico: este local onde aqui estamos hoje nunca mais será o mesmo”, disse o general. “Com a assinatura da ordem de serviço na semana passada, junto com o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Júnior, acionamos o cronômetro para acompanhar a construção desta obra”, destacou.
De acordo com o diretor brasileiro, a nova ponte será um marco no desenvolvimento da região. Os recursos para a obra já estão reservados. “Fizemos um manejo de contratos e projetos para termos os recursos disponíveis”, informou. Silva e Luna explicou que uma equipe técnica da Itaipu acompanhará todo o desenvolvimento da obra para autorizar os pagamentos, que serão efetuados a cada conclusão das etapas.
Para o engenheiro Osman Bove, gerente de contrato do Consórcio Construbase-Cidade-Paulitec, responsável pela construção, a garantia dos recursos por parte do Itaipu dá tranquilidade para que as empreiteiras se preocupem apenas com a questão técnica da obra. “Nossa foco será essencialmente técnico; esta é uma obra complexa que demanda muita experiência”.
O investimento de R$ 463 milhões é feito totalmente pela margem brasileira da Itaipu. Deste valor, R$ 323 milhões serão usados na construção da ponte e R$ 140 milhões nas obras da Perimetral Leste, entre a ponte e a BR-277. A previsão é que, no pico das obras, sejam contratados cerca de 500 trabalhadores e que de 10 a 12 empresas atuem de forma indireta na construção da ponte.

Rate This Article

avozdoparana@jornalavozdoparana.com.br