Jornal a Voz do paraná
HomeHomeCidade homePrefeito lança Fespop e divulga a programação e suas atrações

Prefeito lança Fespop e divulga a programação e suas atrações

Prefeito lança Fespop e divulga a programação e suas atrações

Expectativa, emoção e bom gosto foram os elementos que fizeram do lançamento da 9ª edição da Fespop uma noite para ficar na memória dos convidados. O coquetel de lançamento aconteceu na noite de segunda-feira (13), no Centro Integrado de Apoio à Melhor Idade (Ciami), e reuniu empresários de diversos setores, futuros patrocinadores, autoridades e a imprensa regional. O ponto alto da noite foi o anuncio dos shows que devem atrair milhares de pessoas entre os dias 11 e 14 de maio ao Parque de Exposições e Eventos de Santa Terezinha de Itaipu, palco desta festa popular que se projetou como uma das maiores do Paraná.
O secretário de Indústria, Comércio e Turismo Arlênio Boaroli, que preside a comissão organizadora da feira, frisou que o público deverá se impressionar ainda mais com o que está programado para a edição 2017 da Fespop. “A cada ano o desafio passa a ser maior, mas esse é o ingrediente que nos motiva a buscar o melhor da nossa criatividade para tornar a Fespop uma festa cada ano maior e melhor”, afirmou Boaroli.
Para o superintendente de comunicação social da Itaipu Binacional, Gilmar Piolla, a feira surpreende a cada edição. “A gente só pode descrever a Fespop como um evento que se reinventa, está sempre atualizado, por isso ganha destaque a cada edição”, realçou Piolla, confirmando a parceria de Itaipu na Fespop 2017. “O lançamento já foi um grande espetáculo, temos certeza que o evento será ainda mais surpreendente”, completou o diretor de coordenação da hidrelétrica, Nelton Friedrich, que também prestigiou o lançamento.
O prefeito Cláudio Eberhard lembrou que a Fespop está no calendário das famílias itaipuenses e da região. “Com o esforço e comprometimento da nossa equipe e das parcerias que conquistamos ao longo de nove edições, a Fespop é hoje um sonho concretizado, um evento com as características que atendem a um anseio da nossa comunidade,um espaço totalmente gratuito para diversão e entretenimento das famílias”, disse. “Além de acessível à população, a Fespop movimenta a economia local, por isso também tem grande importância financeira para o município”, afirmou Eberhard.
ENTRETENIMENTO
Com apenas uma revelação antes do lançamento, os shows da edição deste ano foram alvo de muita curiosidade. Na página oficial do evento no Facebook, os seguidores não escondiam a ansiedade pela divulgação dos artistas que deverão movimentar a arena de shows da Fespop.Pedro Paulo e Alex (quinta), Anitta (sexta), Guilherme e Santiago (sábado) e dupla Matheus e Kauan (domingo) foram as atrações divulgadas para a edição deste ano.
Além dos shows, a feira oferece aos visitantes uma completa praça de alimentação, pavilhão de exposições, Feira de Sabores e parque de diversões. Nos quatro dias de evento, cerca de 120 mil pessoas devem circular pelo Parque de Exposições e Eventos de Santa Terezinha. A Fespop tem como marca a entrada e shows gratuitos todos os dias.
A equipe do jornal A Voz do Paraná conversou com o prefeito Claudio Eberhard que detalhou o evento.
Leia, a seguir, a íntegra da entrevista:

Jornal A Voz do Paraná – Na 9º Fespop de Santa Terezinha de Itaipu, os shows foram bem escolhidos e a população vai aderir em peso os quatro dias de festa?
Claudio Eberhard – A grade de shows parte de uma pesquisa que a gente faz junto à população durante o evento anterior e, também, normalmente, no mês de dezembro do ano anterior, nós realizamos uma pesquisa de opinião pública, onde fizemos uma escolha de uma grade dentro daquilo que atenda a expectativa da população local e regional.

Jornal A Voz do Paraná – Os comerciantes estão satisfeitos com o que foi acertado para a feira?
Claudio – A Fespop vem se consolidando como um bom espaço de negócios, então, com certeza, a cada ano o volume de empresas que estão expondo aumenta, e nós também temos outros setores que não teríamos em edições anteriores, procurando a Fespop, então isso mostra que há potencial ano a ano para ampliarmos a nossa feira.

Jornal A Voz do Paraná – Ninguém vai pagar ingresso nessa feira?
Claudio- É tradicional, na Fespop não há cobranças de ingressos, o acesso a feira e aos shows é gratuito.

Jornal A Voz do Paraná – Nós estamos vendo shows com grandes artistas, como é que é para conseguir em uma época de crise, uma época complicada que o Brasil vive fazer uma feira dessa com tamanha grandiosidade de artistas?
Claudio – Nós, desde a primeira edição da Fespop, administramos o município, incluímos um investimento com recursos do município para a realização da feira, mas hoje 70% do custo do evento é bancado pela exploração dos espaços e pelos patrocínios que conseguimos pela qualidade do evento que oferecemos. Na crise, eu sempre digo, é preciso criar, ser criativo e é evidente que essa grade e investimento que assumimos é possível, graças aos parceiros que buscamos em todas as edições e que permanecem conosco desde o início da Fespop e a cada ano novas empresas vem participar do evento e fazer com que a gente consiga melhorar e oferecer os melhores shows para a população.

Jornal A Voz do Paraná – E o Parque de Exposições?
Claudio – O Parque de Exposições é um projeto arrojado que iniciamos no ano de 2014, onde inauguramos a primeira fase e hoje posso dizer que a cada ano com os investimentos que conseguimos realizar e que buscamos também junto a parcerias, nos possibilita termos um dos melhores espaços da região Oeste para a realização de eventos ele ainda não está concluído mais ano a ano estamos investindo, com certeza, esse investimento vale a pena, porque não é um espaço que atende só a Fespop, mas outros eventos regionais e nacionais.

Jornal A Voz do Paraná – A edição anterior 120 mil pessoas e 150 expositores. Qual a expectativa para esse ano?
Claudio – As pessoas me perguntam se no momento de crise há possibilidade de aumentar o público, é evidente que há, se temos menos dinheiro as pessoas vão onde tem evento gratuito, então, a Fespop tem potencial, para nesse ano nós termos um volume de público muito maior que nós tivemos no ano passado.

Jornal A Voz do Paraná – Outro detalhe que o senhor comentou é que a feira de Santa Terezinha é uma feira que está democratizando em termos de cultura e lazer para a população do Oeste…
Claudio – Toda vez que você consegue ofertar lazer e entretenimento gratuito à população, em qualquer aspecto, seja ele em qualquer evento em uma praça pública, um grande evento como a Fespop, você está democratizando o lazer e entretenimento, o lazer e entretenimento em qualquer lugar do mundo é muito caro e eventos como a Fespop de forma gratuita são poucos no País, e esse é o objetivo, eu acho que é o momento em que nós temos que dar o retorno aquela população, aquele trabalhador, as pessoas que talvez tenham nesse evento a única oportunidade do ano para participar de um evento e talvez a única oportunidade da vida de estarem próximos, ao vivo, de um grande artista.

Jornal A Voz do Paraná – Um comentário seu, no seu discurso, que pode de repente mostrar a expansão do seu governo da sua administração. O senhor disse que passou mais de 80% da responsabilidade do encargo da Fespop para seus assessores, o que significa essa descentralização?
Claudio – Significa maturidade da equipe, a capacidade, a criatividade e significa que o poder não é absoluto, nós precisamos compartilhar o conhecimento, compartilhar as possibilidades e compartilhar experiência. Na vida, por mais que você estude, aquilo que você viveu, te dá uma capacidade muito maior de enfrentar as situações e é isso que nós estamos dividindo, dando possibilidade a uma equipe jovem, uma equipe nova, de assumir a maior parte da responsabilidade, evidente que a gente vai estar junto, dando todo o suporte, mas eu fico muito feliz em ter na minha equipe pessoas que possam tocar o barco de uma forma madura, consistente e profissional.

Rate This Article
Author

caio@iconeinternet.com.br