Jornal a Voz do paraná
HomeHomeSlider homeRicha afirma que municipalismo é o legado da sua gestão

Richa afirma que municipalismo é o legado da sua gestão

Richa afirma que municipalismo é o legado da sua gestão

O governador do Paraná, Beto Richa, disse na quarta-feira (30), na abertura do Encontro de Prefeitas e Prefeitos Eleitos, em Foz do Iguaçu, que o municipalismo é o principal legado da sua administração no governo do Paraná. Os 399 municípios paranaenses, afirmou ele, terão no governo do Estado um parceiro e um aliado estratégico para viabilizar investimentos e superar dificuldades financeiras. “Quero reafirmar o caráter municipalista da nossa gestão. Contem com o nosso governo para auxiliar na administração municipal”, enfatizou.
O governador assinou decreto transferindo a sede do governo do Estado para Foz do Iguaçu durante o período do evento, que seguiu até sexta-feira (2). “Essa atitude é uma demonstração de respeito à Foz e região e também a todo o interior do Paraná. Temos procurado fazer um trabalho homogêneo, em todas as regiões, com atenção especial às pequenas cidades, que são as que mais precisam de apoio”, afirmou Richa.
O encontro reuniu 1.800 pessoas. O governador cumprimentou os prefeitos pela eleição e lembrou que no primeiro mandato percorreu todos os 399 municípios paranaenses. “Fiz isso para conhecer a realidade de cada um e me sensibilizei com a situação de todos. Foi muito importante para as ações e investimentos que pudemos levar adiante”.
Ele falou sobre a situação financeira do Estado e ressaltou que o Paraná é um dos poucos estados que estão com as contas em dia. “O Paraná tem hoje a melhor situação fiscal do Brasil. Isso, porque fizemos o dever de casa com o ajuste fiscal”, disse.
Promovido pelo governo do Paraná e pelo Sebrae-PR, o Encontro de Prefeitas e Prefeitos Eleitos faz parte do Programa de Estudos Avançados para Líderes Públicos. É organizado pela Casa Civil e tem o objetivo de apoiar os prefeitos no planejamento dos primeiros dias de administração e apresentar programas do Estado que podem ser implementados nos municípios.
Durante os três dias, os prefeitos, gestores e profissionais das prefeituras, de diversas áreas, participaram de oficinas e palestras sobre gestão pública empreendedora, plano estratégico, políticas públicas, desenvolvimento local e o papel das micro e pequenas empresas.
Para o chefe da Casa Civil do governo do Estado, Valdir Rossoni, o evento é fundamental para formalizar parcerias com os municípios e também para debater a administração pública neste momento de crise nacional. “Esta é uma oportunidade para fazermos um bom debate sobre a gestão pública. Vivemos em um momento em que quem tiver qualidade de bom gestor, em meio ao caos nacional, vai se sobressair”, declarou.
FACILITAR A VIDA
Vitor Roberto Tioqueta, superintendente do Sebrae-Paraná, disse que a maioria nos novos prefeitos não tem muito conhecimento sobre a estrutura do Estado e os programas oferecidos para auxiliar as administrações municipais. “A proposta é que iniciem a nova gestão com instrumentos que lhes facilitem a vida. Estamos nesses três dias com as oficinas, trazendo insumos para o planejamento de início do mandato. É importante que conheçam os programas de apoio do governo estadual e do Sistema S”, afirmou. Ele citou um programa do Sebrae, o Cidade Empreendedora, que mostra a importância da micro e pequena empresa para geração de riquezas nos municípios.
Participaram da cerimônia de abertura o ministro da Saúde, Ricardo Barros e o ministro das Cidades, Bruno Araújo. Eles mostrarão os programas de suas pastas para apoiar os municípios. Também participaram a vice-governadora Cida Borghetti, o presidente do Tribunal de Conta, Ivan Bonilha – que falará sobre as questões relacionadas à responsabilidade fiscal. O presidente da Assembleia Legislativa, Ademar Traiano, levou a estrutura e as ações da casa voltadas aos municípios. O encontro tem a participação de todos os secretários estaduais, deputados federais e estaduais.
OPORTUNIDADES
De acordo com Idir Treviso, prefeito eleito de Ivaí, na região dos Campos Gerais, a prioridade do seu município é a habitação e infraestrutura viária. “Sabemos que temos as portas abertas do Estado e vamos buscar recursos para obras no município”, afirmou. Ele destacou o momento complicado da econômica brasileira. “Um importante encontro para termos conhecimento do governo do Estado. Os gestores públicos dos municípios passam por um período difícil e precisam do apoio estadual”, defendeu.
Para o prefeito eleito de Bandeirantes (Norte), Lino Martins, o encontro é uma ótima oportunidade para ajudar elaborar um plano dos primeiros 100 dias de eleição. “Já fui prefeito em outros anos e nunca vi uma estrutura tão grande como essa. É um contato muito importante que demonstra a preocupação do Estado com os municípios”, afirmou.
A prefeita eleita de Fernandes Pinheiro, Cleonice Schuck, disse que o encontro é um raio-X das oportunidades de contatos e investimentos para os próximos quatro anos. Ela agradeceu o apoio do governo estadual e afirmou que acredita que terá bom atendimento de todas as áreas.

Rate This Article
Author

caio@iconeinternet.com.br