Jornal a Voz do paraná
HomeHomeAutoridades discutem ações de combate ao avanço do coronavírus em Marechal Rondon

Autoridades discutem ações de combate ao avanço do coronavírus em Marechal Rondon

Autoridades discutem ações de combate ao avanço do coronavírus em Marechal Rondon

Importante ato foi realizado no final da manhã desta terça-feira (17), na sala de reuniões do gabinete, na prefeitura, para ajustar detalhes referente ao decreto que deverá expedido ainda hoje, pelo município, contendo medidas a serem adotadas para evitar o alastramento do coronavírus em Marechal Rondon.

Apesar de inexistir, no município, nenhum caso confirmado, mas somente registros suspeitos, a doença está evoluindo muito no país. O documento que será emitido, deverá conter proibições, cancelamentos/adiamentos de eventos e orientações, a fim de evitar aglomeração e apontar medidas de distanciamento mínimo entre as pessoas, buscando evitar a disseminação do vírus.

Participaram, do encontro, o prefeito Marcio Rauber, vice-prefeito Ilario Hofstaetter, o Ila, o procurador geral do município, Douglas Gauer, secretárias de Educação, Marcia Winter, de Saúde, Marciane Specht, presidente da Acimacar, Ricardo Leites de Oliveira, vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Flavio Schmidt, presidente do Conselho de Pastores de Marechal Rondon, Pastor Vicente Mariano, presidente do Conselho dos Ministros Religiosos de Marechal Rondon, Pastor Alfredo Bischoff, promotores de Justiça da 1ª e 2ª Promotorias de Justiça, João Eduardo Antunes Mirais e Carlos Alberto Dias Torres e o juiz de Direito e Diretor do Fórum de Marechal Cândido Rondon, Renato Cigerza.

Neste primeiro momento, as medidas a serem publicadas são consideradas moderadas. A intenção, segundo as autoridades, é conscientizar e sensibilizar as pessoas, para que estas utilizem do bom senso e colaborem neste importante momento, a fim de evitar que haja uma epidemia da doença.

O prefeito rondonense expôs toda a situação e as ações a serem adotadas, é importante que as medidas causem o menor impacto econômico e social possível. O chefe do Executivo ainda explanou a respeito do sucesso de medidas preventivas que foram adotadas por países que se anteciparam no combate ao coronavírus.

Os presentes apresentaram importantes sugestões e avaliaram o esboço do decreto, a fim de ajustá-lo, possibilitando sua publicação ainda nesta terça-feira.

A Secretária de Saúde rondonense, Marciane Specht, falou das medidas que estão sendo adotadas nos casos suspeitos e como a Secretaria está se preparando, se confirmados casos da doença no município.

Ficou acordado, também, que as medidas que serão divulgadas no decreto, poderão ser adequadas a qualquer momento, caso haja a necessidade de uma intervenção mais severa para evitar a propagação do coronavírus.

Rate This Article

avozdoparana@jornalavozdoparana.com.br