Jornal a Voz do paraná
HomeHomeDenúncia feita pela internet agiliza atendimento às mulheres

Denúncia feita pela internet agiliza atendimento às mulheres

Denúncia feita pela internet agiliza atendimento às mulheres

As mulheres vítimas de violência doméstica e familiar contam com mais um importante instrumento para denunciar seus agressores. Desde a última segunda-feira (1), elas poderão utilizar a internet para registrarem seus Boletins de Ocorrência. O fato é fruto do trabalho dos deputados estaduais do Paraná que solicitaram a implantação do sistema para facilitar as denúncias.

Para o deputado Marcel Micheletto, as mulheres não podem se calar diante de uma agressão. “Temos que assegurar a agilidade nestes atendimentos, de forma a reduzir os impactos da pandemia na vida e na integridade das mulheres. Este é mais uma forma de encorajar as mulheres a denunciarem os agressores”, afirmou.

Em período de pandemia, quando muitas mulheres estão em casa com seus agressores e sem condições de sair para fazer a denúncia, a medida contribui para que os casos sejam relatados e a Polícia Civil possa apurar esses crimes.

Para registrar o Boletim de Ocorrência (BO), a vítima deve acessar o site http://www.policiacivil.pr.gov.br/BO e ter um e-mail válido e o número da carteira de identidade em mãos, o sistema não permite que a denúncia seja realizada sem a apresentação de documento de identificação.

Após o registro, o boletim será encaminhado para a delegacia mais próxima da denunciante, para que os policiais deem início à investigação do caso. A medida vale para todos os 399 municípios do Paraná, mesmo àqueles em que não existe uma sede da Delegacia da Mulher. Nesse caso, a denúncia será investigada por uma delegacia comum.

As mulheres, maiores de 18 anos, podem registrar o BO no site da PCPR, em casos de lesão corporal (violência doméstica), ameaça, injúria, calúnia, difamação e contravenção de vias de fato cometidos contra mulher, nos termos da Lei Maria da Penha (ambiente doméstico e familiar).

Rate This Article

avozdoparana@jornalavozdoparana.com.br