Jornal a Voz do paraná
HomeNoticiasGoverno Federal agilizará empréstimo para infraestrutura

Governo Federal agilizará empréstimo para infraestrutura

Governo Federal agilizará empréstimo para infraestrutura

O secretário de Assuntos Internacionais (Seain) do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Jorge Arbache, informou na terça-feira (16), que vai agilizar a avaliação técnica do financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) ao governo Paraná. Após reunião com o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, e sua equipe técnica, em Brasília, Arbache disse que vai colocar o pedido paranaense em discussão na próxima reunião da Seain, na primeira quinzena de setembro.
O financiamento para infraestrutura, com recursos do BID, somam US$ 500 milhões, que serão usados em obras rodoviárias, projetos na área de infraestrutura e a construção de centros logísticos no Estado. “Estive também com os representantes do BID, que consideram que o nosso financiamento está alinhado à política do banco, que busca financiar obras em infraestrutura que promovam o desenvolvimento social”, enfatizou José Richa Filho.
CONTORNOS
Dentro das obras que serão financiadas pelo BID, estão a construção de contornos em diversos municípios, pavimentação de rodovias de chão batido, e também duplicações. Entre as obras programadas estão os contornos de Wenceslau Braz, de Marechal Cândido Rondon, de Castro e de Umuarama.
Também há obras de pavimentações do acesso de Coronel Domingos Soares e da ligação entre Pitanga a Mato Rico, além da pavimentação entre São Mateus do Sul e Irati. “Estas obras são estratégicas, pois melhoram o deslocamento entre os municípios e encurtam distância, como a ligação entre São Mateus do Sul e Irati”, disse o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem, Nelson Leal Junior, que também participou dos encontros em Brasília.
Para o governo do Paraná, há uma urgência na autorização do governo federal para obtenção do empréstimo. O financiamento exige uma contrapartida – do total de US$ 500 milhões, US$ 200 milhões são de responsabilidade do governo do Paraná. Por meio do DER, o Estado está aportando parte da sua contrapartida em obras de duplicações, como as de Curitiba a Piraquara, de Curitiba a Campo Magro e também entre Curitiba a Colombo. Com isto, o Estado já está investindo na frente, recursos que depois serão reembolsados ao Estado, permitindo novos investimentos na malha rodoviária.
Além dos recursos para modernização das rodovias, o financiamento do BID prevê também a criação de pontos de armazenagem de grãos, estacionamentos e áreas de serviços em regiões estratégicas para o transporte de cargas no Paraná. A intenção do estado é construir esses centros em Cascavel, Maringá, Ponta Grossa, Guarapuava e Guaíra.

Rate This Article
Author

notificacao@agenciacaos.com