Jornal a Voz do paraná
HomeHomeCidade homeÔnibus 100% elétrico tem aprovação total de usuários

Ônibus 100% elétrico tem aprovação total de usuários

Ônibus 100% elétrico tem aprovação total de usuários

O protótipo 100% elétrico cedido por dois dias pela indústria Mascarello para Cascavel fazer testes no transporte coletivo urbano recebeu total aprovação dos usuários. Tanto quem fez uso dele quanto quem apenas o conheceu internamente durante as paradas nos terminais ficou impressionado com as vantagens do modelo, que poderá entrar em circulação na cidade a partir da nova licitação, ano que vem.

Das 15 às 17 horas de ontem (11) o veículo ficou à disposição dos passageiros que utilizaram a Linha Expresso, com embarque pelos terminais. “O que mais chama atenção é o fato de ônibus ter acessibilidade facilitada aos cadeirantes, que podem acessar com rapidez o ônibus que tem piso baixo. O passeio foi ótimo, pois é com ar condicionado, um item indispensável em linhas como esta, que sempre estão muito cheias”, disse Cristina Siqueira.

Dhara Carolina adorou a novidade. Ela não chegou a fazer o trajeto, mas parou para questionar os agentes de trânsito sobre o modelo. “Fiquei surpresa com a forma de carregamento da bateria. É uma inovação inteligente que Cascavel e nós merecemos, muito mais viável, sustentável e econômica”, disse.

O estudante Luiz Fernando fez a viagem de ida e volta e ficou impressionado com o conforto do veículo, que praticamente não tem barulho interno. “Se depender de mim está aprovado, pois tem ar condicionado, wi-fi e um espaço interno muito confortável, sem barulho. Para a cidade será uma grande inovação”, diz o passageiro.

A agente de viagens Eliane da Costa considerou a ideia maravilhosa. “Seria ótimo se tivéssemos uma grande frota assim, pois o conforto é incomparável, silencioso e com ar. Uma inovação que merecemos”, destaca Eliane.

Este feedback da comunidade foi considerado excelente pelo engenheiro Vladimir Silveira, responsável pelo protótipo. Ele conta que é uma tecnologia que está disponível em todo o mundo e várias cidades do Brasil já estão licitando, de acordo com as necessidades de cada região. “Quando projetamos um produto, pensamos em quem vai usar e é ótimo ouvir a resposta de quem está testando na prática. Fiquei impressionado com a aprovação dos moradores de Cascavel, que questionaram, ficaram interessados e aprovaram a ideia, desde a sustentabilidade até o espaço interno, o design envidraçado, o piso baixo, o conforto com ar e a forma como ele é recarregável”, frisou.

A acessibilidade, que oferece autonomia total principalmente a cadeirantes, é outro item aprovadíssimo do protótipo. “Foi algo que chamou atenção tanto dos passageiros como de quem tem deficiência física, pois a rapidez no embarque sem dependência de outras pessoas é algo muito solicitado, pois traz autoestima”.

Considerando a rápida expansão da cidade e o crescimento populacional, o prefeito Leonaldo Paranhos firmou ontem o compromisso de garantir a inclusão na pauta de futuras propostas sobre o transporte público, estudos sobre os melhores modelos para o serviço, levando em consideração a diversidade de modelos modais e energia limpa. A ideia é que a frota na nova licitação, que será realizada em 2021, tenha pelo menos 20% de veículos 100% elétricos.

 

Segundo dia
Hoje (12) à tarde o ônibus será utilizado no transporte (ida e volta) de 20 alunos do Cmei Zilda Arns, do Bairro Santo Onofre, que participarão às 14h da Escolinha de Trânsito Pedrinho e Rafa, na Cettrans. A partir das 15h30, o protótipo voltará a fazer o percurso da Linha Expresso do Terminal Oeste ao Leste, somente com embarque nos terminais. Durante o trajeto a equipe de Educação de Trânsito esclarece dúvidas dos passageiros, orienta sobre o embarque e desembarque seguro, aborda questões de empatia, gentileza e boa convivência dentro do transporte coletivo e explica, entre outras normas de segurança.

A energia necessária para manter o motor em funcionamento vem de baterias de íons de lítio, semelhantes a baterias de celular. Elas permitem 200 km de autonomia e possuem tecnologia similar à da Fórmula-1, que permite a cada frenagem a transformação desta energia em carga. O veículo possui GPS ligado a um sistema do operador da frota que permite acompanhar em tempo real a sua localização, bem como lotação e locomoção.

Rate This Article

avozdoparana@jornalavozdoparana.com.br