Jornal a Voz do paraná
HomeNoticiasParaná recebe recursos para novas academias da saúde

Paraná recebe recursos para novas academias da saúde

Paraná recebe recursos para novas academias da saúde

Quatro municípios do Estado do Paraná receberam um incentivo, do Ministério da Saúde, de R$ 180 mil para a construção de polos do programa Academia da Saúde. Os municípios são: Antonina, Coronel Vivida; Rondon e Imbituva. O recurso é oriundo do Piso Variável da Vigilância em Saúde (PVVS) e da Atenção Básica (PAB Variável) e são repassados de forma regular, fundo a fundo, às Secretarias Municipais de Saúde. Ao todo, o Ministério da Saúde já investiu mais de R$ 367 milhões no programa.
O repasse é um incentivo do governo federal, devendo contar, também, com cofinanciamento dos estados e municípios. A iniciativa prevê a implantação de infraestrutura e equipamentos adequados; e profissionais qualificados para promover práticas corporais e atividade física, promoção da alimentação saudável, educação em saúde, entre outros. O programa, também, tem o objetivo de contribuir para a prevenção e controle das Doenças Crônicas Não-Transmissíveis (DCNT), apontando a atividade física e as práticas corporais como as principais ações de intervenção sobre os fatores de risco destas doenças.
Lançado em 2011, o Programa Academia da Saúde adota uma concepção ampliada de saúde e estabelece como ponto de partida o reconhecimento do impacto social, econômico, político e cultural sobre a saúde. Os polos são feitos como espaços voltados ao desenvolvimento de ações culturalmente inseridas e adaptadas aos territórios locais e que adotam como valores norteadores de suas atividades o desenvolvimento de autonomia, equidade, empoderamento, participação social, entre outros.
O trabalho é feito dentro da rede de atenção à saúde, como parte da Atenção Básica e está em funcionamento em 2.789 municípios, com mais de 1.779 polos finalizados e 2.046 novas propostas de polos habilitadas. É preciso fazer uma avaliação das condições de saúde com um profissional para encaminhamento e orientação sobre a atividade mais adequada, que engloba, entre outras coisas, o condicionamento cardiorrespiratório, consciência corporal, flexibilidade, força e coordenação motora geral, além da construção de vínculo com o serviço e com os profissionais de saúde.

Rate This Article
Author

notificacao@agenciacaos.com