Noticias

Claudia Pereira cria Programa de Mamografia Móvel no Paraná

Levar o exame de mamografia em todas as regiões do Estado. Esta é a intenção de um projeto de lei protocolado na Assembleia Legislativa pela deputada Claudia Pereira (PSC). A iniciativa, segundo a deputada, começou de forma autônoma em Foz do Iguaçu, proporcionando atendimento gratuito às mulheres que precisam do exame que previne o câncer da mama. “Agora, transformamos em projeto de lei e já apresentamos à Assembleia. Estamos só aguardando a tramitação para então, conseguirmos levar para os municípios unidades móveis que atenderão essas mulheres em várias localidades, incluindo as áreas rurais”, informou Claudia Pereira. Com o programa, destaca Claudia, será possível identificar e rastrear alterações relacionadas ao câncer da mama em todo o território paranaense. “Muitas vezes, as mulheres recebem a indicação do médico para fazer a mamografia, mas muitas deixam de fazer por falta de oportunidade”, enfatizou a deputada. De acordo com a deputada, com o programa será possível articular ações que visem ao aumento da cobertura mamográfica no Estado, prioritariamente em favor das mulheres na faixa etária elegível, entre 50 e 69 anos, para o rastreamento do câncer de mama. Também será possível desenvolver ações coordenadas que visem à garantia do fornecimento regular do exame mamográfico às mulheres da faixa etária para o rastreamento do câncer de mama, bienalmente. Outro objetivo será prestar ações de fortalecimento do desenvolvimento regional da rede de atendimento à população. Os municípios paranaenses que se encontrarem com os menores percentuais de realização de exames de mamografia, segundo o Índice de Desempenho dos SUS (IDSUS), serão prioridade, afirmou a deputada. Contexto O programa de Exames de Mamografia Móvel será executado através de parceria entre a União e os municípios. Os exames serão prestados através da prestação de serviços e diagnósticos por imagem por estabelecimentos públicos ou privados de saúde, contratados ou conveniados, por meio de unidades móveis de saúde, interessados em realizar exames de mamografia. MUNICÍPIOS Para participar do programa, os municípios terão que cumprir os objetivos do mesmo, identificar e convocar as mulheres elegíveis, realizar agendamento regulado e organizado das mulheres dentro da faixa etária prevista e garantir o atendimento nos serviços especializados de média e alta complexidade, nos casos que necessitarem de intervenção e cuidado por alterações no exame mamográfico. É necessário também enviar a Secretaria Estadual da Saúde, estimativa do público-alvo a ser coberto pelos serviços do programa, relação de estabelecimentos de saúde e respectivas unidades móveis que foram contratadas e proposta para execução dos serviços detalhando a área de abrangência e fluxo de mulheres a serem contempladas.