Noticias

Copacol investirá R$ 147 milhões em infraestrutura

Dentro do seu Propósito Estratégico Copacol 4x4, que visa aumentar o faturamento da empresa para R$ 4 bilhões e promover quatro projetos de desenvolvimento para os associados, colaboradores, comunidade e meio ambiente, a cooperativa está investindo em todas as suas atividades. E para buscar recursos com os agentes financeiros parceiros, o presidente da cooperativa, Valter Pitol, assinou na segunda-feira (18), em Curitiba, na sede do governo do Estado, o financiamento de R$ 50 milhões com Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). Além dos valores, o que também chamou atenção foi o contrato assinado pelo presidente de número 50 mil da história da instituição financeira. “O governo acredita e investe em quem produz. O BRDE é um importante instrumento para fomentar o desenvolvimento econômico e social e gerar empregos para os paranaenses e a Copacol se insere neste contexto, é uma cooperativa pujante, que contribui muito para a economia do Paraná”, afirmou o governador. Beto Richa destacou o papel do cooperativismo no Estado e disse que o governo do Paraná tem sido um grande parceiro do setor. “O Paraná acredita e fortalece o agronegócio. Hoje, todas as cooperativas são atendidas pelos programas de incentivos do Estado”, disse. Ele mencionou o BRDE e o programa de incentivo fiscal Paraná Competitivo. No total, serão investidos R$ 147 milhões pela Copacol para ampliar a capacidade de armazenagem nas unidades de Goioerê, Palmitópolis e Universo, aumentar a capacidade da produção de matrizes em Moreira Sales, construção de uma nova Unidade de Produção de Bezerras e Novilhas em Jesuítas, fábricas de rações para peixes e bovinos em Cafelândia, aumentar a capacidade das câmaras frias de Cafelândia e Campo Grande, (MS), ampliação do frigorífico de peixes e construção da fábrica de rações para matrizes em Nova Aurora e a modernização do tratamento de efluentes do Abatedouro de Aves. Valter Pitol estima que, com os novos investimentos, sejam gerados centenas de empregos diretos e indiretos. “É uma grande oportunidade para aumentar as atividades dos nossos cooperados. O governo estadual acredita no nosso trabalho e tem sido um grande parceiro do cooperativismo”, disse Pitol, destacando que “o BRDE é um parceiro histórico da Copacol. O primeiro financiamento à cooperativa foi feito pela instituição em 1972”, ressaltou. A Copacol possui atualmente 11 unidades de armazenagem e recebimento de grãos localizadas em sete municípios do interior do Estado. Fundada em 1963, pelo padre Luís Luise e mais 32 agricultores, a cooperativa tem atualmente mais de 4 mil associados e mais de 6 mil colaboradores envolvidos nas diversas atividades. O faturamento anual é de R$ 3 bilhões. BRDE NO PARANÁ Os 50 mil contratos assinados pela agência do Paraná do BRDE somam R$ 30 bilhões. São linhas de crédito para financiamento ao agronegócio, empresas, comércio e serviços, com pagamento a longo prazo e juros menores. “O BRDE está consolidado como o banco como importante no papel de indutor do desenvolvimento econômico dos municípios paranaenses”, disse Orlando Pessuti, diretor administrativo da instituição. A carteira de financiamento da Agência do Paraná é formada por mais de 18 mil operações ativas, com um saldo médio de R$ 265 mil. O diretor de Operações Wilson Quinteiro explica que a carteira de operações de crédito da agência do Paraná apresentou crescimento expressivo nos últimos quatro anos. Entre 2011 e 2014 o crescimento real observado foi de 35%. O desempenho do Paraná na participação da carteira do BRDE representa 43,5% do total de operações. Ao longo do período de 2011 a 2014, a carteira cresceu, principalmente no segmento agropecuário, cujas contratações representaram 43,8% nesse período. “O Paraná diversifica as operações em áreas importantes para o desenvolvimento. É o caso dos municípios, que agora terão R$ 200 milhões para financiar obras de infraestrutura”, disse Quinteiro. PRESENÇAS A cerimônia de assinatura dos contratos foi acompanhada pelo presidente da Federação de Agricultura do Paraná (Faep), Ágide Meneghetti, e pelos deputados estaduais Alexandre Curi, Márcio Nunes, Hussein Bakri e José Carlos Schiavinato, além de secretários de Estado e prefeitos.