Noticias

Aécio Neves: filiações consolidam a força do PSDB no Paraná

O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, comemorou a filiação de novas lideranças ao partido na quinta-feira (24), em Cascavel. Para ele, a adição de 35 prefeitos, 10 vice-prefeitos, além de vereadores e representantes de todo o Estado, aos quadros do partido consolidam a força do PSDB no Paraná. Com os novos filiados, o equivalente a mais de um quarto do Estado - 108 municípios - será administrado pela legenda. “O PSDB não é apenas mais um partido político. Somos hoje a principal e mais preparada alternativa que o Brasil tem para colocarmos fim a esse ciclo perverso de governo que o PT conduziu ao longo desses últimos anos, e que mergulhou o Brasil na mais grave crise econômica da nossa história contemporânea. Seremos nós, aliados a outros companheiros de várias regiões do país, que estaremos prontos para dizer que é chegada a hora de termos no Brasil um governo onde a ética e a eficiência possam caminhar juntas”, afirmou. Ao lado do governador do Paraná, Beto Richa, do Líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima, do presidente do diretório estadual, deputado Ademar Traiano e de diversas lideranças políticas do Estado, Aécio Neves destacou que a política, enquanto instrumento de transformação real da vida das pessoas, “é a mais nobre das atividades que qualquer cidadão possa exercer, no seio da comunidade representa. Tenho orgulho e bato no meu peito: faço política sim. Sou político sim, e quero militar para tirar da política os corruptos e os irresponsáveis que não se colocaram dignos das responsabilidades que receberam”, disse. Muito aplaudido, o presidente nacional do PSDB acrescentou que sua vinda ao Paraná reacendeu a sua fé de que é possível sim dizer, “principalmente aos mais jovens, que vale a pena militar, vale a pena acreditar na política”. Aécio Neves também exaltou o governo de Beto Richa no Paraná, pela coragem da sua gestão frente à gestão draconiana do governo do PT, que sufocou os municípios e não cumpriu com a sua palavra nos últimos anos. “Devo sempre uma palavra de agradecimento ao governador Beto Richa pela sua permanente solidariedade ao PSDB, aos seus companheiros e à boa política. Para nós isso já é visível, mas dentro de pouco tempo, principalmente, no ano que vem, o Brasil perceberá que o esforço do governador Beto Richa para reorganizar o Estado, reorganizar o funcionamento da máquina pública, e resgatar as condições de investimento do Estado, fará com que no ano que vem, anotem o que estou dizendo, o Paraná seja o estado brasileiro que proporcionalmente a sua receita maior volume de investimento vai fazer”. Aécio Neves comentou ainda a piora nos indicadores econômicos e sociais, em especial a supervalorização do dólar e o aumento do desemprego. “A realidade, e nós a constatamos a cada dia, é uma fragilização crescente do governo. Estamos vendo hoje o dólar já a R$ 4,20, mais de 1,5 milhão de postos de trabalho de carteira assinada fechados apenas este ano. Juros na estratosfera, o que inibe também a própria retomada do crescimento. Inflação tirando da mesa das famílias brasileiras aquele prato de comida que a presidente e a propaganda enganosa do PT diziam que os adversários iriam tirar durante a campanha eleitoral”, criticou o senador. Em discurso, o governador do Paraná, Beto Richa, destacou que as lideranças políticas buscam o PSDB por saberem que é um partido que respeita o municipalismo e trabalha em conjunto para oferecer melhores condições de vida e estrutura para a população. O governador também criticou o projeto de poder conduzido pelo PT, que levou o país ao caos econômico, e destacou que o Real é a moeda que mais desvalorizou em relação ao dólar em todo o planeta. “Não podemos mais assistir calados o desemprego crescente, a inflação fora de controle e os elevados gastos públicos. É preciso dar um fim a esse ciclo perverso do PT. Isso tem que mudar e esse é o nosso papel: somos soldados em defesa dos brasileiros de bem”, afirmou Richa. O presidente do PSDB-PR, Ademar Traiano, destacou que o partido trabalha em prol do municipalismo, enquanto o governo federal diminui repasses e aumenta a responsabilidade das prefeituras. “Enquanto este malfadado governo do PT, que envergonha a todos, massacra o municipalismo brasileiro diminuindo em 38% o Fundo de Participação dos Municípios, o PSDB apoia os prefeitos e a estruturação dos municípios”, disse Traiano, que ressaltou que no Paraná o repasse do ICMS aos municípios aumentou 24% e que todos os prefeitos são atendidos com respeito e atenção pelo governador Beto Richa, independente do partido.