Noticias

Paraná vai investir R$ 9,3 bilhões em Educação em 2016

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano (PSDB), recebeu na quarta-feira (30), das mãos do governador Beto Richa, o projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício financeiro de 2016. A proposta governamental cumpre assim os preceitos da Constituição Estadual, que determina prazo até o último dia do mês de setembro para o envio da mensagem ao Poder Legislativo. O chefe do Poder Executivo também entregou a Traiano o Plano Plurianual (PPA), que estabelece diretrizes, objetivos e metas da administração estadual para os quatro próximos anos. Para o ano de 2016, a receita corrente líquida do Governo do Estado será de R$ 54,5 bilhões. Para o setor de Educação, os investimentos previstos são de R$ 9,3 bilhões, o equivalente a 34,5% do orçamento. Para a área de Saúde o Executivo prevê gastar R$ 3,2 bilhões, o que equivale a 12% da previsão orçamentária. Já os gastos com investimentos em infraestrutura em transportes vai atingir a casa de R$ 1,5 bilhão. O governador disse que vários fatores contribuíram para o ajuste, como a recomposição de alíquota de impostos, a redução das estruturas de cinco secretarias e corte de mil cargos em comissão. “Foram medidas imprescindíveis para o futuro do Paraná. Nós fizemos o dever de casa, cortando gastos e enxugando a máquina pública. Esse resultado não seria possível sem a boa parceria, o diálogo e o respeito que sempre tivemos com a Assembleia, que soube avaliar o momento difícil e teve a coragem para apoiar medidas duras, mas necessárias”, disse Richa. “Temos uma relação republicana com a Assembleia Legislativa”, ressaltou o governador. O presidente da Assembleia, Ademar Traiano, disse que o orçamento estadual é equilibrado e também destacou a participação dos deputados na aprovação do ajuste. "Os deputados têm a certeza de que fizeram a sua parte aprovando o ajuste fiscal que deixou o Paraná em uma situação diferenciada em relação aos demais estados brasileiros. Tenho convicção que o Paraná viverá um novo momento a partir do ano que vem”, afirmou. Investimentos O secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, afirmou que o governo paranaense conseguiu fazer um orçamento equilibrado graças aos cortes de despesas e incremento de receitas.  “Esse orçamento se deve ao esforço que o Estado fez em ajustar suas contas, em termos de ampliação de receita e redução de despesa, o que disponibilizou a mais, em relação ao orçamento de 2015, algo em torno de R$ 8 bilhões. E grande parte dessa diferença será usada em investimentos”, afirmou Mauro.