Noticias

Universidades do Paraná são destaque em levantamento

O ranking publicado pela “QS – Quacquarelli Symonds Universisty Rankings: Latin America 2014”, na quarta-feira (28), destaca a Universidade Estadual de Londrina (UEL) e a Universidade Estadual de Maringá (UEM) entre as 100 melhores instituições de ensino superior da América Latina. A avaliação envolveu 395 instituições no continente latino-americano e 300 foram ranqueadas. A UEL ocupa a 74ª posição continental e a UEM o 88º lugar. Segundo o secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Carlos Gomes, a boa posição das universidades estaduais nos rankings internacionais reflete a atenção dada pelo Governo do Estado por meio de investimentos crescentes no sistema estadual de ensino superior. “O investimento do governo do Paraná nas universidades, que em 2014 ficará em torno de R$ 2,4 bilhões, reflete na qualidade das pesquisas, projetos e atividades acadêmicas desenvolvidas pelas instituições de ensino superior do Paraná. O resultado é este que estamos vendo, as nossas universidades sendo sempre destaque entre as melhores do mundo”, disse. A UEL se manteve como a primeira instituição pública estadual de ensino superior do Paraná e a quinta melhor estadual do país de acordo com o levantamento. Considerando somente as universidades brasileiras, a UEL também manteve a 19ª posição. Os dados do levantamento colocam a Universidade Estadual de Londrina ao lado de instituições públicas de renome internacional como USP, Unicamp e as federais do Rio de Janeiro e do Paraná. Já Universidade Estadual de Maringá está mais uma vez entre as cem melhores universidades da América Latina e entre as vinte e cinco melhores universidades do Brasil, ocupa a posição de número 88 no cenário latino-americano e a vigésima primeira colocação entre as universidades brasileiras. Em relação ao ranking de 2013, a UEM registrou aumento nas notas atribuídas durante a avaliação, passando de 48,2 pontos, em 2013, para 52 na avaliação deste ano. A Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), também é citada entre as principais instituições de ensino latinas.