Noticias

Cooperados dividem R$ 72,4 milhões: recompensa pelo trabalho e esforço

Somando as sobras liberadas pela Assembleia Geral Ordinária, realizada no Lar Centro de Eventos no dia 30 de janeiro, que totalizaram R$ 19, 8 milhões, depósitos na conta capital, bonificações da produção agropecuária e pagamento a jubilados, os 10.261 associados da Lar Cooperativa dividiram um bolo de R$ 72,4 milhões de acordo com as operações nas unidades de atendimento na aquisição de insumos, entrega de produção, ou abastecimento em postos de combustíveis e compras em supermercados. O dinheiro “vivo”, no valor de R$ 19,8 milhões, foi entregue no dia 6 de fevereiro, pelos gerentes das 27 unidades da Lar Cooperativa no Paraná, em Mato Grosso do Sul e no município de Xanxerê (SC). O evento contou com a presença de aproximadamente 1.200 cooperados, tendo à frente um seleto grupo de associados jubilados (80 ao todo) que receberam placas de reconhecimento pelos longos anos de atividades como integrantes do quadro social da Lar. Em mensagem gravada, e reprisada em todas as unidades, o diretor-presidente da Lar, Irineo da Costa Rodrigues disse que a distribuição das sobras é o fechamento de um ano, muito difícil, com chave de ouro. E convocou toda família associada para manter o empenho e o profissionalismo em todas as atividades agropecuárias para se ter “resultados no balanço de 2017 bem melhores dos que foram obtidos em 2016”. A Unidade de Maracaju (MS) teve o maior valor distribuído – R$ 2,7 milhões –, seguida por São Miguel do Iguaçu – R$ 1,9 milhão –, Santa Helena com R$ 1,45, e Missal com 1,4 milhão, respectivamente. Os Jubilados Os associados da Lar Cooperativa que em 2016 completaram 65 anos de idade e 20 anos de atuação como cooperados; ou 40 anos corridos de atividades, passam a ser jubilados, com direito a sacar o capital social. Um total de R$ 2,5 milhões foi dividido entre os 80 “veteranos” da Lar nas unidades do Paraná. Os municípios de Missal e Santa Helena (PR), tiveram, cada um, 13 jubilados. O gaúcho de Cerro Largo, Mario Follmann, 65 anos e 40 anos como associado na Unidade da Lar em Missal era só alegria. “Vou usar o dinheiro para viajar bastante. Realizarei o sonho de conhecer a Europa, especialmente a Alemanha, terra dos meus antepassados”, disse. O casal Nelson e Terezinha Maran, produtores rurais em Foz do Iguaçu, mas que atuam na Unidade de Santa Terezinha de Itaipu, também receberam o saldo da conta capital. “ A idade chegou, tenho 65 anos e acabo de ganhar uma bela poupança”, declarou o sorridente Nelson Maran ao receber o cheque das mãos do gerente da Unidade, Adilson Brambatti. A comunicativa e liderança nata do Clube de Mães, Pedrinha Rodrigues Dias e seu marido Célio Dias, residentes na Linha Canavial, município de Santa Terezinha de Itaipu também foram jubilados. “Só o fato de não termos dívidas é motivo de comemoração”, pontuou Pedrinha Rodrigues Dias. Os jubilados, na grande maioria, vão continuar o trabalho como produtores rurais, lógico, com mais dinheiro no bolso para novos investimentos na propriedade e com recursos reservados para segurança de uma velhice saudável e feliz.