Cidades

João Marcelino: fortalecimento da Agricultura proporcionará desenvolvimento ao município

Braço forte da economia tribarrense, a agricultura é uma das responsáveis pelo desenvolvimento do município. O setor gera empregos e renda, além de proporcionar a melhoria da qualidade de vida do homem do campo e da cidade.

Para impulsionar ainda mais a área, o novo secretário da Agricultura e Meio Ambiente de Três Barras do Paraná, João Batista de Souza (João Marcelino), assume com o compromisso de levar investimentos para todo o interior do município, com projetos de incentivo ao pequeno, médio e grande agricultor, para a produção leiteira, de gado de corte, suinocultura, avicultura, assim como a luta para garantir a trafegabilidade nas vias rurais, projetos de cuidado ao meio ambiente, além da parceria com outras secretarias com a finalidade de potencializar os resultados aos produtores rurais.

De acordo com secretário João Marcelino, assumir a Secretaria da Agricultura é uma grande responsabilidade, dada a importância do setor no desenvolvimento econômico de Três Barras e da região. “Sou um agricultor e assumo a Secretaria da Agricultura. Eu vejo isso como uma grande responsabilidade, diante da relevância do setor para a nossa cidade. A agricultura de Três Barras do Paraná é pujante, nossos agricultores estão investindo em estruturação e tecnologia nas suas propriedades por que acreditam em uma economia baseada na sustentabilidade e aumento da produção. Se analisarmos os números econômicos de hoje, a agricultura move o município e tem sido determinante na economia nacional”, destacou o gestor da pasta, enfatizando que, “assumo com gratidão à administração Gerso e Nerceu e a toda equipe de secretários que aguardavam a minha nomeação. Faremos um grande trabalho em favor dos nossos agricultores”, enfatizou.

Valorizar o agricultor que investe no município está entre as prioridades do novo secretário. De acordo com João Marcelino, a implementação de projetos e alocação de recursos para a compra de equipamentos e incentivo aos produtores será uma das suas bandeiras de trabalho frente à pasta. “Precisamos olhar de forma sensível a quem investe no município, este é um momento de muita reflexão e planejamento, é hora de elaborar projetos, planejar investimentos e buscar recursos para a compra de equipamentos. Esse conjunto de ações são necessárias para mudar a realidade da nossa agricultura. Precisamos oferecer logística de qualidade, criar programas que gerem desenvolvimento e incentivar as famílias a acreditarem que a agricultura ainda vale a pena”, pontuou.

Uma das maiores demandas que os agricultores de Três Barras do Paraná enfrentam é a falta de investimentos na manutenção e adequação de estradas rurais para a escoação da produção, deslocamento de maquinários, acesso à sede do município, entre outras dificuldades geradas pelas estradas em má qualidade. Garantir estradas em condições de tráfego está no topo da lista de prioridades do novo secretário de Agricultura e Meio Ambiente. “Nós temos conversado com o Poder Executivo e com a Secretaria de Viação e Obras, e entendemos que esta é uma das nossas prioridades. Para isso, vamos ampliar e melhorar nossa frota de equipamentos pesados, além de buscar na tecnologia uma aliada para cumprir com nossos propósitos, como, por exemplo, a aquisição de um britador, que vai garantir matéria-prima de qualidade aos serviços de adequação das estradas”, enfatizou João Marcelino.

“Ir ao encontro do agricultor”, essa é uma das frases mais ditas pelo novo gestor da pasta, que acredita que a Secretaria deve ir ao encontro do produtor, levando os serviços para dentro das propriedades e sendo parceira das famílias que veem a agricultura como forma de gerar renda e assegurar investimentos que resultam no desenvolvimento da propriedade e, consequentemente, do município. “Quero acompanhar de perto todos os trabalhos, minha gestão será itinerante e participará ativamente do dia a dia dos nossos agricultores. Não quero ficar plantado na sede da Secretaria, quero ver de perto qual a demanda que cada propriedade exige”, pontuou o secretário.

Aos agricultores, o gestor reafirmou o seu compromisso com a pasta e diz que cada produtor pode ver na Secretaria uma aliada. “Quero ser amigo dos nossos agricultores, sou agricultor e conheço as dificuldades que um produtor enfrenta diariamente na roça. Tenho um olhar sensível para cada necessidade, pois sei que sozinho um agricultor não consegue por em prática todo o seu projeto, mas que com a nossa ajuda as propriedades vão se desenvolver e gerar desenvolvimento. Peço paciência nesse início de gestão, porque ainda não temos estrutura montada, mas estamos buscando fazer o melhor para o nosso município”, disse João Marcelino.

O ex-vereador assume a Secretaria com o aval de boa parte da população. Com um olhar técnico e a experiência adquirida em mais de 50 anos na agricultura, João Marcelino se torna um dos agricultores mais preparados para assumir a pasta, o que permite, de acordo com o produtor Anilto Pimentel, conhecer a realidade de quem vive no interior. “João Marcelino é um agricultor, conhece o que nós enfrentamos diariamente e sabe das necessidades que o homem do campo possui, além disso, sua experiência em cargos políticos pelo município, auxiliaram ele na gestão da pasta”, finalizou.

CONHEÇA O SECRETÁRIO

Filho dos agricultores José Marcelino de Souza e Marta Petri de Souza, João Batista de Souza é casado com Terezinha Bianchini de Souza, tem 57 anos, cresceu no interior de Três Barras do Paraná, onde estabeleceu vínculos com a população e se tornou uma grande liderança política do município.

Em sua trajetória, João Marcelino escreveu sua história pautada na agricultura, nos valores familiares e nos preceitos religiosos. Desde pequeno, incentivado pelos pais, Marcelino tomou a agricultura como fonte de subsistência. Ao formar família, o líder comunitário carregou os exemplos vindos de casa e consolidou-se como um agricultor referência para a sua comunidade, investindo na aquisição de conhecimento e tecnologia para gerar desenvolvimento.

Seu filho, Fabiano Rodrigo de Souza, optou por seguir os passos do pai na agricultura e juntos estabeleceram a família como uma das maiores produtoras do Distrito de Santo Izidoro - comunidade onde vivem. João Marcelino tem uma nora, Gislaine Marques de Souza e é avô de João Victor e Maria Luiza.

Foi vereador por quatro mandatos, sendo três consecutivos, foi presidente da Câmara de Vereadores em duas legislaturas, também ocupou todos os cargos da Mesa Diretora. Além disso, João Marcelino foi, por diversas oportunidades, presidente da comunidade do Distrito de Santo Izidoro, onde liderou projetos de melhorias, como a reforma do cemitério da comunidade, a luta para a construção do asfalto no trecho da PR 471, que liga a cidade ao distrito e as comunidades circunvizinhas, e que também dá acesso à região Sudoeste do Paraná, a construção do Clube de Mães, Posto de Saúde, calçamentos, poços em propriedades rurais, entre outros projetos de melhorias para a comunidade.