Cidades

AMAR denuncia descarte irregular de materiais hospitalares no lixo reciclável

A Associação de Agentes do Meio Ambiente e Reciclagem de São Miguel do Iguaçu (AMAR) está denunciando o descarte irregular de materiais hospitalares, que estão sendo entregues junto com o lixo reciclável, colocando em risco a saúde dos trabalhadores.

Durante a separação dos materiais que são coletados no município, os associados da AMAR acabaram se deparando com seringas, agulhas, algodão, mangueiras de soro, testes de diabetes, entre outros materiais hospitalares, inclusive sujos de sangue, em meio aos recicláveis. Esse descarte irregular acaba colocando em risco a saúde de todos os envolvidos, pois qualquer incidente pode resultar na transmissão de doenças.

A AMAR pede a conscientização de toda a população. Para que dê a destinação correta para esse tipo de material, que deve ser entregue nos pontos de coleta instalados nas unidades de saúde, para que seja encaminhado para reciclagem.

Também solicita apoio aos munícipes, que devem fazer a separação do lixo orgânico e dos materiais recicláveis, para que a associação possa dar a destinação correta a cada um dos resíduos. Dúvidas quanto à destinação de materiais podem ser sanadas na secretaria municipal de Meio Ambiente, através do telefone: 3565-8179.