Política

General Luna receberá cidadania honorária do Paraná no dia 19

O general Joaquim Silva e Luna participará de uma sessão solene na Assembleia Legislativa (ALEP) no próximo dia 19 de outubro, às 14h30, para receber o título de Cidadão Honorário do Estado do Paraná. A homenagem ao ex-diretor geral brasileiro da Itaipu Binacional e atual presidente da Petrobras foi proposta pelo deputado estadual Soldado Fruet (PROS) no projeto de lei 77/2020, aprovado por unanimidade pelos parlamentares e convertido na Lei 20.217/2020, de 26 de maio de 2020. A honraria ainda não havia sido entregue ao militar da reserva do Exército brasileiro devido às restrições sanitárias decorrentes da pandemia de Covid-19 e à transferência dele para o Rio de Janeiro, em março deste ano.

Na proposição do título, o Soldado Fruet destacou o trabalho realizado pelo general, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para comandar a hidrelétrica em fevereiro de 2019. Luna e Silva permaneceu no cargo até fevereiro deste ano, quando Bolsonaro o indicou para assumir a presidência da Petrobras. O deputado ressaltou a contribuição significativa do general para o Estado “através da adoção de uma política de austeridade que mudou a gestão da usina e passou a ser exemplo de boa administração do setor público”.

Segundo o Soldado Fruet, “o corte de custos que ele promoveu gerou uma economia de R$ 600 milhões, valor que está sendo investido em obras estruturantes de fundamental importância não só para o Paraná, mas para o Brasil e nossos países vizinhos". Entre os mais de R$ 1 bilhão destinados para obras de infraestrutura na gestão de Luna à frente da Itaipu, estão as construções da Ponte da Integração Brasil-Paraguai (R$ 323 milhões) e da Perimetral Leste (R$ 140 milhões), a modernização do Hospital Ministro Costa Cavalcanti (R$ 64 milhões) e as obras de ampliação e melhorias no Aeroporto Internacional das Cataratas (R$ 58,6 milhões). A esse montante, somam-se os apoios da Itaipu a uma série de projetos sociais e convênios em vários municípios, que beneficiam milhares de paranaenses.

Ao defender o projeto na Casa de Leis, o Soldado Fruet frisou que “a região de Foz do Iguaçu foi agraciada não apenas com uma pessoa competente e trabalhadora, mas com um visionário que muitas vezes assumiu papéis que caberiam à Prefeitura e que, com essa visão, ofereceu à cidade e ao seu povo obras e investimentos sociais que geram progresso, empregos e diminuem a desigualdade social”. Para o deputado, a gestão do general Luna na Itaipu garantiu o desenvolvimento de Foz do Iguaçu, a estabilidade no momento difícil da crise gerada pela Covid-19 “e certamente será a mola propulsora da retomada comercial, industrial e
turística após a pandemia”.