Cidades

Toledo e São Pedro se unem para melhorar infraenstrutura

O escoamento da produção agropecuária entre Toledo e São Pedro do Iguaçu se tornará mais fácil nos próximos meses com o alargamento e substituição da estrutura de madeira por uma de concreto da ponte de 20 metros de comprimento sobre o Rio Santa Quitéria, limite natural entre os dois municípios. Um passo importante nesta direção foi dado na última quinta-feira (30/9) com a assinatura do convênio entre os prefeitos Beto Lunitti (Toledo) e Zé Aroldo (São Pedro do Iguaçu) em que se comprometem a destinar, cada um, 50% dos valores necessários para a execução da obra, que está orçada em R$ 235.883,33. 
Para se tornar válido, o documento precisa ainda ser publicado no Órgão Oficial e na Câmara de Vereadores de Toledo, que autorizará a criação de uma conta em conjunto entre as prefeituras com o objetivo de executar o projeto. O grupo de trabalho que trata da questão estima que as obras devem ser iniciadas em fevereiro de 2022. 
Do lado toledano da ponte está a OT 003, via que passa por Linha Mandarina e Acarahy, duas das muitas comunidades que se beneficiarão com a melhoria da ligação alternativa entre Toledo e São Pedro do Iguaçu (a principal é pela PR 585), especialmente com a comunidade São Judas Tadeu. Com o reforço da estrutura e a largura ampliada de 5 para 6,87 metros, condutores e proprietários de máquinas agrícolas maiores da região poderão se utilizar da travessia de 20 metros com muito mais tranquilidade.