Cidades

Governo de São Miguel investe na sinalização viária

O Governo Municipal de São Miguel do Iguaçu adquiriu um triciclo adaptado para ser utilizado na pintura da sinalização viária do município. Com esse veículo, todo o serviço será realizado pela própria administração, o que vai gerar economia para os cofres de São Miguel do Iguaçu e agilidade na execução dos serviços.
A entrega do triciclo aconteceu na segunda-feira (4), quando o prefeito Motta, o vice-prefeito Claudio Rodrigues, os secretários municipais de Assistência Social, Adriana da Silva Motta, de Assuntos Comunitários, Alexandro Alcará, e de Cultura, Esporte e Lazer, Sandro Alexandre, o diretor do Órgão Municipal Executivo de Trânsito e Rodoviário de São Miguel do Iguaçu (Smitrans) Lucas Conti Viana da Silva, e o diretor da Frota, Luiz Jorge Lazzeris, receberam o mesmo no Paço Municipal.
O veículo, que teve um custo de R$ 159 mil e foi adquirido com recursos próprios e também poderá ser utilizado para pintura de meio-fio, pois os serviços podem ser realizados utilizando tinta ou cal.
A aquisição do triciclo vai gerar economia e também mais agilidade na execução dos serviços, pois a prefeitura não irá mais depender da realização de processos licitatórios para contratar empresas terceirizadas, nem mesmo depender de terceiros para executar as pinturas. Além disso, o veículo tem capacidade de executar até cinco mil metros lineares de serviço por hora.
De acordo com levantamento feito pela administração, nos últimos anos, foi gasto pelo município com sinalização horizontal quase R$ 1,5 milhão, por mio de contratação de empresa terceirizada.
Junto com o triciclo, a gestão Motta/Claudio Rodrigues adquiriu também os demais produtos para a pintura, como tinta e cal, com o custo de pouco mais de R$ 263 mil em materiais. Ou seja, com menos de R$ 500 mil os mesmos serviços poderão ser executados nas ruas de São Miguel do Iguaçu.
Para a capacitação dos funcionários que serão responsáveis por trabalharem com o novo equipamento, a empresa vencedora da licitação enviou um representante que  realizou um treinamento ao longo da semana. “Estimamos que a economia durante o nosso mandato possa chegar a 2 ou até mesmo 3 milhões de reais, dinheiro que poderá ser destinado a outras ações em prol da comunidade são-miguelense”, destacou o prefeito Motta.