Noticias

Saúde amplia atendimentos na área de odontologia do país

Atualmente, mais de 80% dos adultos e mais de 90% dos idosos têm problemas que podem levar à perda do dente. Para mudar esse quadro, foi lançada uma estratégia de ações em saúde bucal voltadas para cidadãos de todas as idades. Até a implementação da nova estratégia, apenas 3,3% dos atendimentos odontológicos feitos no Sistema Único de Saúde correspondiam a tratamentos especializados. Quase todos os procedimentos eram mais simples, como extração dentária, restauração, pequenas cirurgias e aplicação de flúor. Dessa forma, as novas ações têm como principais premissas viabilizar a adição de flúor a estações de tratamento de águas de abastecimento público; e reorganizar a Atenção Básica e a Atenção Especializada (implantação de Centros de Especialidades Odontológicas e Laboratórios Regionais de Próteses Dentárias). Hoje, os Centros de Especialidades Odontológicas estão preparados para oferecer à população, no mínimo, os seguintes serviços: diagnóstico bucal, com ênfase no diagnóstico de câncer de boca; periodontia especializada (a periodontia trabalha com os tecidos próximos aos dentes, como as gengivas); cirurgia oral menor dos tecidos moles e duros; endodontia (cuida das lesões da polpa e da raiz dentária); atendimento a portadores de necessidades especiais.