Jornal a Voz do paraná
HomeHomeCidade homeVai de Bici tem mais de 1,2 mil usuários cadastrados em Cascavel

Vai de Bici tem mais de 1,2 mil usuários cadastrados em Cascavel

Vai de Bici tem mais de 1,2 mil usuários cadastrados em Cascavel

A novidade ainda é recente. No entanto, o compartilhamento de bicicletas já faz parte da rotina de Cascavel. O projeto está ativo há pouco tempo, menos de 30 dias, mas as bikes verdes já estão inseridas nas paisagens do Município.

Não foi preciso nenhum um mês inteiro para que o aplicativo Vai de Bici já ultrapassasse a marca de mil cadastros. Conforme o relatório da empresa responsável, a Mobhis, em 23 dias em atividade foram registrados 1.235 cadastros. Nesse tempo, o Município contabiliza o total de 959 viagens, o que resultou em 5.831 quilômetros rodados pelos ciclistas, impedindo que 553 quilos de dióxido de carbono fossem disseminados no ar, garantindo a sustentabilidade que é a marca desse projeto.

Conforme o diretor comercial da empresa, Maurício Sena, o compartilhamento de bicicletas está sendo muito positivo em Cascavel, inclusive, com o cumprimento dos usuários em relação às medidas de prevenção ao novo Coronavírus. “Tivemos uma grande aceitação no uso dos equipamentos e praticamente zero vandalismo, o que nos surpreendeu positivamente no projeto aqui na cidade. A consciência na higienização com o álcool disponibilizado nas estações, o uso de máscaras quando nas viagens com as bicicletas e o cuidado com os equipamentos são a prova disso”, avalia.

Embora o projeto incentive a prática de pedalar, é importante ressaltar que por conta do momento pandêmico da Covid-19, a recomendação é para sair de casa somente se necessário. Esse é o caso do jornalista Denis Freitas, que utiliza a bicicleta para trabalhar. “Achei ótima essa iniciativa da Prefeitura. Algo simples que gera vários impactos na vida das pessoas, como incentivo ao exercício, economia e menos poluição ambiental. Nas capitais e grandes cidades já tem há tempos as bicicletas e eu sempre torci para que fosse implantado esse projeto em Cascavel. Eu fiz meu cadastro e estou usando todos os dias para ir ao trabalho e voltar para casa. Estou economizando e ao mesmo tempo exercitando o corpo”, comenta.

O Município de Cascavel é o único do Paraná a ter o serviço nessa modalidade em atividade. Da região Sul, é o segundo, atrás apenas de Passo Fundo, cidade do Rio Grande do Sul.

De imediato, estão disponibilizadas 21 bicicletas em três estações: uma na Praça da Bíblia, outra no Calçadão em frente à Catedral e a terceira na Estação da Cidadania, antigo Terminal Leste. Cada um dos pontos, conta com sete veículos. Até o fim da implantação, Cascavel terá o total de 8 estações e 56 bicicletas.

Dentre os usuários, a maioria que tem utilizado o serviço é do sexo masculino, com 67% de representatividade. Em relação à faixa etária, os jovens são os que mais utilizam o modal verde, visto que 40% são ciclistas de 20 a 30 anos, seguido por 21,7% de pessoas de 30 a 40 anos.

Como usar?
O serviço que não teve custo ao Município é muito simples de ser aderido na prática pelos cascavelenses. O primeiro passo é fazer o cadastro no site ou aplicativo Vai de Bici: https://www.cascavelvaidebici.mobhis.com.br/.

Na plataforma, você preenche todos os dados e escolhe o plano. São três disponíveis: diário no valor de R$ 5, mensal por R$ 15 e anual de R$ 90. O pagamento é feito automaticamente pelo cartão de crédito.

Com o cadastro aprovado, o cidadão só precisa ir até uma estação, colocar os dados como CPF e senha no Totem e pronto. É só escolher a bicicleta e sair pedalando pela cidade, sentindo o vento no rosto. O passe que você compra te dá direito a usar por uma hora. Após esse período, é preciso entregar a bicicleta em qualquer estação e esperar por 30 minutos, passado esse tempo é possível usar a bike novamente, inclusive várias vezes por dia.

O serviço fica disponível das 6h às 22h. Caso não seja cumprido o estabelecido, o usuário fica sujeito à multa no cartão de crédito.

Rate This Article

avozdoparana@jornalavozdoparana.com.br